A maioria dos remédios é encontrada nas farmácias em caixinhas de papel, mas há alguns anos, os médicos estão recomendando um “medicamento” natural, feito com patinhas e pelos. Sim, é a companhia de cães!

De acordo com o IBGE, 7,6% dos adultos brasileiros já foram diagnosticados com depressão, o que equivale a 11 milhões de pessoas, e 52% delas usam medicamentos e 16,4% fazem psicoterapia. Além de tristeza, a depressão causa apatia, desinteresse, irritabilidade, abuso do álcool e outras drogas; por isso deve ser tratada com acompanhamento médico. E o tratamento pode ser longo.

pixabayPara deixar a vida das pessoas depressivas mais alegre, muitos especialistas acreditam que a companhia de um bichinho de estimação pode otimizar o tratamento e até mesmo evitar a doença. Além da depressão, os animais podem ajudar em tratamento de outros casos clínicos, tanto que um dos maiores hospitais do Brasil, o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, permite a visita de bichinhos de estimação, desde 2009, se autorizada pelo médico responsável de cada paciente.

“Um dos maiores hospitais do Brasil permite que os bichinhos de estimação visitem pacientes”

Conheça alguns motivos que comprovam a eficiência dessa medicação de quatro patas. Quem tem ou convive com um pet:

TEM MAIS SÁUDE – pesquisas comprovam que quem tem um bichinho de estimação adoecem menos e se ficam doentes se recuperam mais rápido.

TEM MAIS CALMA – interagir com o pet baixa os níveis de cortisol (hormônio do estresse) e estimula a endorfina e dopomina (neurotransmissores que aumentam a sensação de bem-estar).

TEM MAIS DISPOSIÇÃO – brincar e passear com o pet são maneiras de se exercitar de uma maneira divertida.

TEM MAIS AMIGOS – os passeios com os pets aumentam o relacionamento interpessoal.

TEM MENOS DEPRESSÃO – as brincadeiras com os bichinhos de estimação aumentam o nível do neurotransmissor (ligado ao bem-estar) no organismo.

Se você quer ser mais feliz, adote um vira-latas e tenha seu remédio natural em casa. Quanto maior a quantidade da dose desses remedinhos de quatro patas, mais rápida a recuperação. E o melhor, não há contra indicação!

Imagens: pixabay

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA